Turismo Rural pode ser beneficiado após pandemia da Covid-19

Consultor explica o comportamento do turista brasileiro após isolamento e dá dicas de como enfrentar este novo momento

nacao

Há 120 dias a cidade de São Miguel Arcanjo, no interior de São Paulo, está praticamente vazia. É que o município tem o turismo rural como uma de suas principais atividades econômicas.  Segundo o Sindicato Rural, as vistas às propriedades reduziram mais de 80% com o isolamento social provocado pelo novo coronavírus.

Mas a pandemia pode ser uma aliada destes produtores no futuro. Segundo o instrutor do Senar-SP e turismólogo, Eduardo Bettin, após o período de isolamento social os brasileiros vão optar por viagens mais curtas, para atividades ao ar livre e em grupos reduzidos, beneficiando assim o turismo rural e o ecoturismo.  “Acredito que o novo turista vai valorizar mais a paisagem local e regional, com isso o turismo rural deverá receber visitantes antes do turismo convencional”, explica.

O assunto foi tema do Dia de Campo Seguro, promovido nesta terça-feira, dia 30, pela Família Nação Agro em São Miguel Arcanjo-SP. O encontro, ainda trouxe dicas de como escoar a produção de frutas e hortaliças por meio de aplicativos, com o consultor do Sebrae -SP, Fabrício Guilherme.

Aqui você pode assistir as duas palestras completas e acompanhar as dicas de como melhorar seu negócio com os instrutores do Senar-SP e Sebrae-SP.

Notícias Relacionadas:

Taxa Selic baixa

Baixa na Selic pode favorecer acesso de produtores a empréstimos subvencionados

Faesp defende crédito competitivo no mercado financeiro e desburocratização na concessão

Turismo rural

Família Nação Agro traz novos debates sobre turismo rural e doma racional

Nesta semana, iniciativa do Sistema FAESP/SENAR-SP esteve nos municípios de Itobi e Nuporanga

Produtores buscam capacitação para diversificar turismo rural em Ubatuba

Em Dia de Campo Seguro, agricultores revelaram interesse em cursos de profissionalização em artesanato e gastronomia