Polinização pode ser nova fonte de renda e trazer alívio ao produtor

A polinização pode ser feita em diversas culturas; além de aumentar os lucros na propriedade, pode ajudar o negócio a se tornar sustentável

abelha para polinização

Antes de tudo, você sabe o que é polinização? Não?! Então, confira abaixo um texto explicativo da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

A polinização é a transferência de grãos de pólen das anteras de uma flor para o estigma (parte do aparelho reprodutor feminino) da mesma flor ou de uma outra flor da mesma espécie. Nesse sentido, as anteras são os órgãos masculinos da flor e o pólen é a gameta masculino.

Contudo, para que haja a formação das sementes e frutos é necessário que os grãos de pólen fecundem os óvulos existentes no aparelho reprodutor feminino.

Para isso, a transferência de pólen para o estigma pode ocorrer das anteras para o estigama da mesma flor ou de flor diferente, mas na mesma planta (autopolinização) ou pode ser feita de uma flor para outra em plantas diferentes (polinização cruzada).

Como ocorre?

A transferência de pólen pode ser através de fatores bióticos, ou seja, com auxílio de seres vivos, ou abióticos, através de fatores ambientais, esses fatores pode ser: vento (Anemofilia), água (Hidrofilia), insetos (Entomofilia), morcegos (Quiropterofilia) ou aves (Ornitofilia).

Para atrair os agentes polinizadores bióticos as espécies vegetais oferecem recompensas, pólen, néctar, óleos ou mesmo odores, utilizadas na alimentação ou reprodução dos animais.

Contudo, nem todos os animais que procuram as recompensas atuam como polinizadores efetivos, muitos visitantes são apenas pilhadores oportunistas, que roubam a recompensa sem exibir um comportamento adequado para realizar uma polinização eficiente.

Anos de coevolução entre planta e agente polinizador, favoreceram umas adaptações morfológicas, fisiológicas e comportamental, que algumas vezes tiveram como conseqüência uma dependência tão estreita que a extinção de um leva a extinção do outro.

As abelhas e a polinização

Na maioria dos ecossistemas mundiais, as abelhas são os principais polinizadores. Estudos sobre a ação das abelhas no meio ambiente evidenciam a extraordinária contribuição desses insetos na preservação da vida vegetal e também na manutenção da variabilidade genética.

(Texto/Fonte: Embrapa)

Polinização, associativismo e cooperativismo na apicultura serão temas no Dia de Campo Seguro

O município de Tremembé receberá nesta quinta-feira, 27, mais uma edição do Dia de Campo Seguro. O evento também será transmitido ao vivo pela internet.

Por fim, veja a programação:

Data: 27/08/20 – 14H – Tremembé (SP)

  • Polinização: nova fonte de renda para a apicultura – Carlos Pamplona, presidente da Câmara de Apicultura do Estado de São Paulo;
  • Associativismo e cooperativismo na apicultura – Guilherme Santos e Campo, consultor do Sebrae.

Para assistir de onde estiver, acesse:
Site: www.nacaoagro.com.br

Instagram: @canalrural

YouTube do Canal Rural

Notícias Relacionadas:

Taxa Selic baixa

Baixa na Selic pode favorecer acesso de produtores a empréstimos subvencionados

Faesp defende crédito competitivo no mercado financeiro e desburocratização na concessão

Turismo rural

Família Nação Agro traz novos debates sobre turismo rural e doma racional

Nesta semana, iniciativa do Sistema FAESP/SENAR-SP esteve nos municípios de Itobi e Nuporanga

Produtores buscam capacitação para diversificar turismo rural em Ubatuba

Em Dia de Campo Seguro, agricultores revelaram interesse em cursos de profissionalização em artesanato e gastronomia