Produtividade da beterraba – 80 toneladas por hectare

Produtores de São José do Rio Pardo relatam aumento na produtividade da beterraba através do uso de tecnologia e agricultura de precisão

beterraba com boa produtividade

A tecnologia está cada vez mais presente no campo. Muito se ouve falar na agricultura 4.0 e 5.0. A conectividade, juntamente com isso, as ferramentas digitais, são a solução para o futuro do agronegócio. No cultivo de raízes, por exemplo, é possível aumentar a produtividade da beterraba com a agricultura de precisão, chegando a colher até 80 toneladas por hectare.

Neste sentido, produtores do município de São José do Rio Pardo, interior de São Paulo, têm buscado o uso dessas ferramentas tecnológicas para aumentar os lucros no campo. De acordo com Claudinei Minussi, presidente do sindicato rural de São José do Rio Pardo, na última década, a produtividade da beterraba aumentou de maneira impressionante.

“De dez anos para cá, com a tecnologia chegando, tanto na parte de plantio com precisão, como irrigação com pivô central e toda parte de tecnologia nas pulverizações, hoje, nós chegamos, em menos de 10 anos, a aumentar em quase 100% a produção da beterraba”, comentou.

São José do Rio Pardo, recebeu o Dia de Campo Seguro, um evento que faz parte do Projeto Família Nação Agro, realizado pelo Canal Rural e pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) de São Paulo.

 

5 coisas que você precisa saber para garantir a produtividade da beterraba

 

1) Plantio: ano todo em áreas acima de 800 metros de altitude e de clima frio;

2) Solo: leve, com boa drenagem;

3) Temperatura ideal: na faixa de 10 a 20 graus;

4) Colheita: de 70 a 100 dias após o início do plantio;

5) Área mínima: pequenos canteiros e caixotes.

 

Tecnologia para escoar a produção durante a pandemia

 

A princípio, a crise mundial causada pela pandemia do novo coronavírus parecia ser algo passageiro. Contudo, os meses foram avançando e a Covid-19 foi se espalhando, principalmente , aqui no Brasil.

Com isso, muitos produtores têm usado da criatividade para garantir a renda da família neste período de crise. Assim sendo, as vendas online são uma das saídas para escoar a produção, já que a agricultura familiar depende bastante do fornecimento de merenda escolar e, durante este período, as aulas foram suspensas.

Além disso, bares e restaurantes ainda continuam fechados em vários municípios do interior dos estados. Desta forma, utilizar ferramentas como site de vendas e até mesmo o celular pode ser uma alternativa eficiente para colocar comida na mesa.

Notícias Relacionadas:

Preços da cenoura aumentaram

Calor afeta preços de frutas e hortaliças vendidas no atacado

Boletim Prohort, da Conab, mostra movimento dos preços em setembro e tendências para outubro

Família Nação Agro chega a Ubatuba para discutir turismo rural

Dia de Campo Seguro será realizado nesta quinta-feira, 22, com transmissão no YouTube do Canal Rural às 14h

Cogumelos na cor caramelo

Mercado de cogumelos volta a aquecer no interior de São Paulo

Em Sorocaba (SP), empresário agrícola Iwao Akamatsu trouxe informações sobre o mercado e utilização de cogumelos