Governo de SP reduz ICMS sobre carne e leite pasteurizado; FAESP celebra conquista

Diminuição de imposto garantirá atividades e alivia pressão sobre preços de alimentos de primeira necessidade

Governo de SP reduz ICMS sobre carne e leite pasteurizado; FAESP celebra conquista

O governo de São Paulo decidiu reduzir o ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviço) do leite pasteurizado, em todas as operações, e para carnes vendidas por pequenos varejistas e açougues enquadrados no Simples Nacional. O benefício chega após 6 meses de articulações da FAESP (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo) junto dos sindicatos, cooperativas e, principalmente, dos produtores rurais.

Para o leite pasteurizado, que estava com alíquota de 4,14%, acontecerá isenção do imposto estadual. Enquanto isso, para as carnes, a alíquota base volta a 7%. Dessa forma, o cancelamento dos aumentos do ICMS deve garantir as atividades do setor e diminuir a pressão sobre os preços dos alimentos. Vale lembrar que leite pasteurizado e carne integram a lista de alimentos de primeira necessidade e pesam no orçamento de famílias de baixa renda.

No Mercado & Companhia, Tirso Meirelles, vice-presidente da FAESP, analisa o impacto da redução do ICMS para o agro paulista. Veja:

Notícias Relacionadas:

3 lições que o SENAR-SP dá a jovens empreendedores rurais

3 lições que o SENAR-SP dá a jovens empreendedores rurais

Programa oferece conhecimentos sobre educação socioambiental, convivência profissional e negócios

Sindicato rural de Cruzeiro celebra capacitação de produtores para turismo rural

Sindicato rural de Cruzeiro celebra capacitação de produtores para turismo rural

Caravana no município paulista ofereceu dicas sobre marketing no turismo rural e soluções digitais

Turismo rural: caravana ensina a alcançar visitantes com marketing da propriedade

Segundo consultor do Sebrae-SP, 76% dos turistas consideram importante soluções digitais no turismo rural