Calor afeta preços de frutas e hortaliças vendidas no atacado

Boletim Prohort, da Conab, mostra movimento dos preços em setembro e tendências para outubro

Preços da cenoura aumentaram

De acordo com o 10º Boletim Prohort, divulgado pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), as altas temperaturas registradas no Brasil têm causado impacto nos preços de frutas e hortaliças vendidas nas Ceasas (Centrais de Abastecimentos). Isso acontece porque o calor acelera a maturação de alguns produtos e, com isso, o produtor tem que antecipar a colheita, afetando a oferta e os valores de comercialização.

O tomate foi um dos produtos que mais sofreu com os efeitos do calor, com alta nas cotações em praticamente todas as centrais analisadas pela Conab, sendo a maior variação em Brasília, de 32,5%. As temperaturas quentes também intensificaram a entrada da melancia no mercado, causando elevação de até 60% no valor em comparação com agosto deste ano. Já o mamão ficou mais barato no mercado atacadista pelo amadurecimento acelerado.

Segundo o documento da Conab, as condições climáticas ainda influenciaram na maior demanda pela laranja, algo que, somado a menor oferta da fruta, resultou na alta de preços. Por fim, a cenoura ficou mais cara em todos os mercados atacadistas analisados em setembro.

Contudo, para o mês de outubro, há expectativa de estabilidade nos preços, mas, em relação à média de setembro, os valores vêm declinando.

Notícias Relacionadas:

Mapa registra 21 produtos técnicos genéricos para uso na formulação de defensivos

Mapa registra 21 produtos técnicos genéricos para uso na formulação de defensivos

Por se tratar de produtos técnicos, nenhum dos ingredientes registrados estarão disponíveis para compra pelos agricultores

Prohort mostra variação de preços das frutas em novembro

Prohort mostra variação de preços das frutas em novembro

O 11º Boletim Prohort da Conab indica estabilidade nos preços no atacado, em novembro, das frutas mais consumidas pelos brasileiros

Nova plataforma viabiliza venda direta de produtos do agronegócio

O Armazém Rural SP surge da necessidade do homem do campo em aproximar seus produtos do consumidor final