Entenda as regras de rastreabilidade para uso de defensivos agrícolas

A Instrução Normativa, que entra em vigor no dia 1º agosto, exige que o produtor rural anote as aplicações e guarde as notas fiscais dos produtos químicos

Fonte: Pixabay

As regras de rastreabilidade de frutas e hortaliças estabelecidas na Instrução Normativa 02/2018 preveem uma série de informações nos rótulos das embalagens. Para o primeiro grupo (maçã, uva, batata, tomate, citros, alface e outros) as exigências começam a valer no dia 1º de agosto. O engenheiro agrônomo Sérgio Ishicava, da Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável do Estado de São Paulo, alerta para a necessidade de anotar as datas das aplicações e o defensivo agrícola usado, além de guardar as notas fiscais por um período mínimo. O assunto é tema da Caravana Família Nação Agro, que acontece nesta quarta-feira, dia 10, em Vera Cruz, no interior de São Paulo.

 

Notícias Relacionadas:

Carrapato do bovino: saiba o que é preciso para um controle efetivo do parasita no rebanho leiteiro

Carrapato do bovino: saiba o que é preciso para um controle efetivo do parasita no rebanho leiteiro

Secretaria de Agricultura orienta pecuaristas e desenvolve estudos para controle do carrapato com o uso de produto natural e controle biológico

Cafés especiais proporcionam inúmeras experiências sensoriais aos consumidores

Cafés especiais proporcionam inúmeras experiências sensoriais aos consumidores

De olho no mercado de café, cafeicultores brasileiros vêm investindo na produção de cafés especiais em busca de maior retorno financeiro

FAESP busca isenção de ICMS para leite

FAESP busca isenção de ICMS para leite

A saída do produto cru e pasteurizado, que era isenta, passará a ser tributada em 4,14%