Controle biológico para evitar perdas na produção de orgânicos

Palestra destaca a importância de adoção do conceito de solo como um conjunto de microelementos vivos e, por isso, a necessidade de usar controle biológico

plantação utilizando controle biológico

Primeiramente, para a transição do sistema de produção convencional para o orgânico é importante incluir a adoção do conceito de solo como um conjunto de microelementos vivos e por isso a necessidade de usar controle biológico para ampliar os microrganismos vivos.

De acordo com as demandas de mercado, a produção de alimentos orgânicos vem crescendo nas lavouras e hortas espalhadas pelo Brasil. Isso porque alimentos naturais e sem uso de defensivos agrícolas têm sido a preferência do consumidor para uma vida mais saudável.

 

Dia de Campo Seguro debate controle de biológicos para orgânicos e outros assuntos

 

Esse assunto foi um dos temas debatidos no Dia de Campo Seguro, que aconteceu nesta terça-feira em Amparo, interior de São Paulo. O evento é uma realização do Canal Rural, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) de São Paulo.  As palestras também foram transmitidas ao vivo pelas plataformas digitais do Projeto Família Nação Agro.

 

Outros assuntos que foram destaques no evento

 

Assim também, outras palestras abordaram a retomada do turismo rural e as regras de abertura das atividades depois da quarentena. Entre as medidas que deverão ser tomadas, estão a prática de maior distanciamento entre mesas e cadeiras, uso de álcool em gel e máscaras de proteção nas unidades de lazer.

Neste sentido, a produção e comercialização de alimentos de forma segura aponta o maior uso das ferramentas digitais como forma de venda, direta para o consumidor, ou através de aplicativos que divulgam o produto. Um desses exemplos de vendas pela internet acontece no site www.pertinhodecasa.com.br.

Por fim, acompanhe o vídeo sobre o Dia de Campo Seguro com as palestras da instrutora do Senar São Paulo, Marília Oliveira, sobre turismo rural pós-pandemia.

Teve ainda outra palestra com a consultora do Sebrae São Paulo, Flaviane Castilho, falando sobre a transição do sistema de produção convencional para o orgânico.

E, por último, a apresentação do consultor do Sebrae, Júnior Correia, sobre produção e comercialização de alimentos de forma segura.

 

Notícias Relacionadas:

Produtores buscam capacitação para diversificar turismo rural em Ubatuba

Em Dia de Campo Seguro, agricultores revelaram interesse em cursos de profissionalização em artesanato e gastronomia

Vacinação de bovinos e bubalinos contra febre aftosa

Campanha de vacinação contra febre aftosa começa em 1º de novembro

Devem ser vacinados bovinos e bubalinos com idades entre 0 e 24 meses

Parreiras em Itobi são opção de turismo rural

Sebrae-SP dá dicas para produtor arrecadar com turismo rural

Em Itobi (SP), Dia de Campo Seguro mostrou opções de atividades para produtor aumentar a renda de sua propriedade com turismo rural