Clima e mercado preocupam cafeicultor em Caconde

Presidente do sindicato rural de Caconde, Ademar Pereira, falou sobre como organização dos produtores tem fortalecido mercado do café

Três carreiras de grãos de café de cafeicultor de Caconde

A equipe do Canal Rural conversou com Ademar Pereira, presidente do sindicato rural de Caconde (SP), que revelou alguns dos temores do cafeicultor sobre os próximos períodos.

“Esse ano, graças a Deus, a colheita foi satisfatória, correu tudo bem. Mas, há algo que nos preocupa novamente: clima e mercado”, disse ele. Entretanto, para manter o setor forte, o produtor trabalha em projetos que aproximam o cafeicultor das cafeterias.

“O fortalecimento da cadeia produtiva é uma alternativa que a gente está buscando. São projetos novos, do campo até a cafeteria, que vão reunir o que cada instituição tem para favorecer o homem do campo”, afirmou.

Aliás, segundo Ademar, a união de esforços, como a cooperativa organizada pelos produtores de café de Caconde, será um dos fatores responsáveis pelo crescimento do mercado de café. “A somatória de forças, sem dúvida, é o caminho a ser seguido e onde tem desdobramentos”.

Além disso, o município passa pelo que Pereira chama de “reforma agrária natural”. “São 2.303 pequenas propriedades rurais e nós apostamos que a organização vai fazer a diferença daqui para frente”, declarou.

O Dia de Campo Seguro é parte do projeto Família Nação Agro, iniciativa do Sistema FAESP/SENAR-SP objetiva capacitar, promover e incentivar os produtores rurais de São Paulo.

Notícias Relacionadas:

Saiba como conseguir qualidade em cafés naturais

Saiba como conseguir qualidade em cafés naturais

Com a safra castigada pela estiagem do ano anterior, agricultor precisa extrair produtos de alto nível para melhorar renda

Em novo formato, Técnica Rural volta à programação neste domingo

Em novo formato, Técnica Rural volta à programação neste domingo

Com exibição às 6h30, o programa será dividido em 4 videoaulas sobre temas relevantes para produtor rural, sua família e propriedade

Com preço dos grãos elevados, fazer ração na propriedade pode ser seguro e barato

Com preço dos grãos elevado, fazer ração na propriedade pode ser seguro e barato

Especialistas alertam para que produtores atentem para a qualidade durante a busca por alternativas aos grãos