Secretaria de Agricultura de SP faz Concurso de Qualidade do Café do Circuito das Águas Paulistas

Os cafés vencedores ganham direito de participar do concurso estadual

concurso-cafe-secretaria-agricultura-sp-capa

Essencial para alavancar a produção de cafés especiais na região do Circuito das Águas Paulistas, o Concurso de Qualidade do Café vem promovendo o reconhecimento dos cafeicultores locais e gerando renda e oportunidade de crescimento. A competição acontece há 13 anos no Polo Leste Paulista, da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), gerida pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

Esta é uma iniciativa dos pesquisadores e técnicos da Pasta, que ficam nos municípios de Monte Alegre do Sul, Amparo, Socorro e Serra Negra, em parceria com o Sindicato Rural de Amparo.

Este ano, foram inscritas 48 amostras da região para participar do concurso, que foram avaliadas por três provadores de café. As amostras são divididas nas seguintes categorias: Natural, CD (descascado), Microlote e Nanolote. A prova considera atributos como aroma, acidez, corpo e doçura.

“Antes do concurso, o café do Circuito das Águas Paulistas era praticamente desconhecido e era vendido por baixos valores por saca. Hoje, a região mostrou que tem alto potencial para produzir, e, nos últimos cinco anos, amostras de cafés especiais saíram daqui e ganharam destaque brasileiro em termos de qualidade”, afirmou Daniel Gomes, pesquisador da Secretaria e um dos criadores do evento.

Segundo Gomes, o Polo Leste Paulista passou a promover cursos de classificação de bebidas e cafés especiais para incentivar o desenvolvimento dos produtores, que deixaram o cultivo destinado a café commodity de baixa qualidade e estão se dedicando ao nicho de cafés especiais, que geram melhoria na renda e fixam o cafeicultor na atividade.

Os cafés vencedores da etapa regional do Circuito das Águas Paulistas ganham direito de participar do concurso estadual, organizado pelo Sindicato da Indústria de Café do Estado de São Paulo (Sindicafé).

Notícias Relacionadas:

Curso de bordado do SENAR-SP atrai novos associados a sindicatos rurais

Curso de bordado do SENAR-SP atrai novos associados a sindicatos rurais

Disponível em todo o estado de São Paulo, curso propicia geração de renda e resgate cultural através da arte

Lavoura de algodão continua competitiva em algumas regiões de São Paulo

Lavoura de algodão continua competitiva em diversas regiões de São Paulo

Cultura ocupa cerca de 1,3 milhão de hectares em todo o Brasil

Curso de lã de ovelhas do SENAR-SP gera renda extra a produtoras rurais

Curso de lã de ovelhas do SENAR-SP gera renda extra a produtoras rurais

O curso abrange aspectos históricos da atividade, beneficiamento da matéria-prima e confecção de artefatos utilitários e decorativos